Hoje quero rasgar as vestes

Hoje quero rasgar as vestes


Hoje eu quero me vestir de silêncio


Recostar-me em um canto qualquer
E deixar o vento, meus cabelos despentear

Enquanto meus pensamentos, vasculhem a saudade
No intuito de lhe abraçar

Hoje eu quero
Vestir o manto das lembranças
E esquecer que existo, mesmo existindo
Que ainda tenho um coração que ama
Para sonhar apenas com o infinito
Dos sentimentos presos e em chamas

Quero no pensamento atravessar mares
Correr por sobre as águas suavemente
Se possível voar até as nuvens
E agarrar o tempo que se esvai
E das flores guardar os perfumes

Hoje, quero rasgar as vestes que me sufocam
Fazer do meu destino uma troca
Quero viver um segundo contigo
O resto já não mais importa

Por isto me vesti de silêncio
Pois, ele pode meu coração investigar
Descobrindo os meus segredos mais profundos
Estes que insistem em sufocar
Para fugir deste triste mundo
Até que a morte venha me buscar

(Rosa D Saron)


 por:  iracosta.spaces.live.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: